Ultrassom Tireoide | Diagnosis Centro de Diagnóstico por Imagem - Ribeirão Preto

Ultrassom de Tireoide


Por que realizar o ultrassom de tireoide? 

ultrassom tireoideO ultrassom de tireoide é um método de imagem usado para se observar a tireoide, uma glândula localizada na parte anterior do pescoço e que regula o metabolismo. É utilizado para avaliação, seguimento, diagnóstico e caracterização das alterações e/ou lesões que possam ocorrer nessa região, auxiliando, complementando e interagindo com outras especialidades médicas.

Um ultrassom de tireoide é feito geralmente quando existe um crescimento anormal desta glândula. O exame pode ajudar no diagnóstico diferencial entre uma cavidade contendo líquido (cisto) e tecido anormal que pode ou não pode ser cancerígeno (um tumor).

Como é feito o exame de ultrassom de tireoide?

O ultrassom de tireoide oferece uma análise morfológica muito detalhada de toda a glândula, que certamente irá auxiliar no diagnóstico e permitirá o tratamento mais correto da doença por seu médico. A tireoide pode ser examinada por uma sonda especial de alta resolução, o que permite detecção de lesões muito pequenas, que geralmente passam despercebidas por outros métodos de imagem.

Principais indicações:

Existem muitas razões para se examinar a tireoide com ultrassom. As principais razões seriam:

  • Analisar um nódulo ou caroço que seu médico viu ou sentiu na palpação do seu pescoço;
  • Verificar quais são as características dos nódulos encontrados, classificando-os de acordo com o risco de malignidade;
  • qual é o padrão de vascularização do nódulo tireoidiano (estudo Doppler), o que pode dar uma boa pista se é benigno ou maligno;
  • Acompanhamento da tireoide com nódulos, para verificar se surgiram novos nódulos e analisar as mudanças dos nódulos previamente existentes, o que poderá ou não indicar a cirurgia para removê-los;
  • Analisar a glândula tireoidiana aumentada e verificar qual é a causa mais provável desse aumento, além de determinar seu tamanho, para posterior acompanhamento evolutivo ou cálculo da dose de iodo radioativo a ser administrado no hipertireoidismo;
  • Verificar a causa da dor na região da tireoide, cuja causa mais comum é a tireoidite linfocítica (autoimune);
  • Acompanhamento anual da tireoidite para rastreamento de nódulos, pois eles surgem com maior frequência nesses casos e é preciso saber se são cancerosos. Como a tireoide endurece nessa doença, dificilmente o nódulo será detectado pela palpação apenas;
  • Analisar a anormalidade tireoidiana detectada por outros exames, como a ecografia das carótidas, a cintilografia tireoidiana, a tomografia computadorizada ou a ressonância magnética do pescoço;
  • ultrassom tireoideComo está o local operado após a cirurgia do câncer tireoidiano, para verificar:  se está livre do câncer;  se o tumor voltou a crescer onde estava;se o tumor foi para outros locais do pescoço (metástases);  acompanhar alguma lesão duvidosa no local operado para diferenciar se é benigna ou maligna;

  • Direcionamento ultrassonográfico da biópsia para nódulos tireoidianos ou para os que surgem no local operado de câncer tireoidiano (aspira-se pequena quantidade de células com uma agulha fina e examina-se ao microscópio para saber se são benignos ou malignos);
  • Mapear os linfonodos (ínguas) do pescoço, principalmente antes ou após uma cirurgia de câncer de tireoide, para verificar se podem estar afetados pelo tumor, mas também para acompanhar esses nódulos quando estão aumentados por qualquer outro motivo.

Existem riscos?

Não. A ultrassonografia é um método que não utiliza nenhum tipo de radiação e não apresenta efeitos colaterais.

O exame é indolor, exceto nos casos em que for necessária uma biópsia aspirativa com agulha fina. O transdutor é colocado sobre a sua pele, na região da tireoide, utilizando-se um gel para facilitar o contato e deslizamento do transdutor sobre a pele.

O gel pode estar frio ou ter sido previamente aquecido e ele pode grudar nas roupas. Quando o gel seca transforma-se em pó esbranquiçado que pode ser escovado.

Preparo para o exame:

Não precisa de um prepara muito especifico. Apenas:

  • Levar exames anteriores, caso tiver.
  • Chegar 20 minutos antes do horário agendado.